2  Testemunhas

By Estudos do Fim

Dois profetas do tempo do fim

As duas testemunhas de Apocalipse 11 não podem ser Enoque e Elias (como pensam alguns) e se fossem, na verdade isso seria uma espécie de "reencarnação".  Porém, ao que parece, são israelitas em específica missão de profetizar - sob a vigência da lei (e na lei) durante 1260 dias na tribulação (quando digo, na lei; é por lembrar, que a grande tribulação ocorre-se no decorrer da 70ª semana determinada sobre Jerusalém e os judeus) - o que fará entrar em vigor a Lei com toda as suas ordenanças - inclusive o sacrifício contínuo e os rituais da lei - porquanto na 70ª (e última) semana determinada na profecia a se cumprir sobre Jerusalém, a lei (tal qual ocorrera na época de Cristo e na anterior) santifica a cidade e o santuário - exatamente como fora nas primeiras 7 semanas + 62 semanas até o Messias; inclusive em seu ministério quando pregava o evangelho como peregrino - e neste ínterim, estavam em vigor a lei e dois sacerdócios: o levítico, com o sacrifício contínuo oferecido no templo; e o sacerdócio de Cristo, que é segundo a ordem de Melquisedeque. 

O mesmo se sucede em época da 70ª semana e da Grande Tribulação - porquanto se cumprem sob a vigência da última semana de anos da profecia - por isso mesmo as duas testemunhas profetizam sob vigência da lei.

E vemos alguns indícios corroborando nesse sentido; por exemplo, enquanto aos cristãos todos, nos é dito que quando se nos ofenderem, maltratarem, injuriarem, perseguirem e aborrecerem, devemos nós bendizer, e não pagar mal com mal, mas sim, seguirmos sempre o bem.

Às 2 testemunhas diz:

"E, se alguém lhes quiser fazer mal, fogo sairá da sua boca, e devorará os seus inimigos; e, se alguém lhes quiser fazer mal, importa que assim seja morto." (Apc. 11:5)

Isto demonstra sua profecia por 1260 dias na grande tribulação estando sob a regência da lei, e não haverão de ser impedidas por nada! Têm poder sobre as águas p/ converterem-nas em sangue (a exemplo de Moisés e Arão); têm poder p/ reter a chuva nos dias de sua profecia. Tem poder tal qual os profetas de dar a perder a quem se interponha contra seu ministério, os querendo matar.

E, somente ao final de 1260 dias de profecia é que a besta que sobe do abismo lhes fará guerra, as vencerá e matará.

 

Essas 2 testemunhas são como João Batista que mesmo estando presente nos dias de Cristo, durante Seu Evangelho, e crendo-O; mas estava baixo à lei, pois essa era sua missão: profeta da lei; estando sob suas ordenanças.

 

Então, se aos cristãos é dito:

"Aqui está a paciência dos santos; aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus. (Apc. 14:12)

"Se alguém leva em cativeiro, em cativeiro irá; se alguém matar à espada, necessário é que à espada seja morto. Aqui está a paciência e a fé dos santos." (Apc. 13:10)

"Amai, pois, a vossos inimigos, e fazei bem, e emprestai, sem nada esperardes, e será grande o vosso galardão, e sereis filhos do Altíssimo; porque ele é benigno até para com os ingratos e maus. (Mat. 5:44)

Sede, pois, misericordiosos, como também vosso Pai é misericordioso." (Luc. 6:35-36)

"Abençoai aos que vos perseguem, abençoai, e não amaldiçoeis." (Rom. 12:14)

"Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem." (Rom. 12:21)

"Porque é coisa agradável, que alguém, por causa da consciência para com Deus, sofra agravos, padecendo injustamente. Porque, que glória será essa, se, pecando, sois esbofeteados e sofreis? Mas se, fazendo o bem, sois afligidos e o sofreis, isso é agradável a Deus." (I Ped. 2:19-20)

"Porque para isto sois chamados; pois também Cristo padeceu por nós, deixando-nos o exemplo, para que sigais as suas pisadas. O qual não cometeu pecado, nem na sua boca se achou engano. O qual, quando o injuriavam, não injuriava, e quando padecia não ameaçava, mas entregava-se àquele que julga justamente;" (I Ped. 2:21-23)
 

Às duas testemunhas diz: todos os que lhes quiser fazer mal, fogo sairá de suas bocas e os devorará; e, se alguém lhes quiser fazer mal, importa que assim seja morto. (Apc. 11:5)

 

Só lembro-me do dito do Senhor aos apóstolos:

"E os seus discípulos, Tiago e João, vendo isto, disseram: Senhor, queres que digamos que desça fogo do céu e os consuma, como Elias também fez? Voltando-se, porém, repreendeu-os, e disse: Vós não sabeis de que espírito sois. Porque o Filho do homem não veio para destruir as almas dos homens, mas para salvá-las." (Luc. 9:54-56a)

 

Então vemos essas coisas e outras mais extraordinárias ainda envolvendo suas vidas (e que os cristãos não participam) que é também o fato de, após Cristo, em todo o Novo Testamento, enquanto aos cristãos todos (desde os apóstolos) que morreram na fé e ainda aguardam conjuntamente pelo dia da ressurreição no último dia (e o arrebatamento) ante a volta de Cristo - já as 2 testemunhas, que ainda nem se manifestaram, ao cumprirem seu testemunho (de 1260 dias) na tribulação, ao serem mortas, revivem três dias e meio após a morte - e são elevadas aos céus - antes da vinda do Senhor.

E, em Jerusalém, quando seus inimigos as virem vivas, acendendo aos céus, haverá grande terremoto em Jerusalém, caindo a décima parte da cidade, e 7 mil homens são mortos no terremoto - então diz:

"É passado o segundo ai, eis que o terceiro ai cedo virá." (Apc. 11:14)

Podemos notar que sua morte (e sua ressurreição) após os 1260 dias na tribulação se efetuam sob tempo da sexta trombeta, porquanto nela é que se cumpre o segundo ai (dos três últimos); vindo depois o terceiro ai: a trombeta sétima. (Apc. 8:13)

 

Versos sobre as 2 testemunhas:

Apc. 11:3

"E darei poder às minhas duas testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco."

Apc. 11:4

"Estas são as duas oliveiras e os dois castiçais que estão diante do Deus da terra."

Apc. 11:5

"E, se alguém lhes quiser fazer mal, fogo sairá da sua boca, e devorará os seus inimigos; e, se alguém lhes quiser fazer mal, importa que assim seja morto."

Apc. 11:6

"Estes têm poder para fechar o céu, para que não chova, nos dias da sua profecia; e têm poder sobre as águas para convertê-las em sangue, e para ferir a terra com toda a sorte de pragas, todas quantas vezes quiserem." 

Apc. 11:7

"E, quando acabarem o seu testemunho, a besta que sobe do abismo lhes fará guerra, e os vencerá, e os matará."

Apc. 11:10

"E os que habitam na terra se regozijarão sobre eles, e se alegrarão, e mandarão presentes uns aos outros; porquanto estes dois profetas tinham atormentado os que habitam sobre a terra."

Apc. 11:11

"E depois daqueles três dias e meio o espírito de vida, vindo de Deus, entrou neles; e puseram-se sobre seus pés, e caiu grande temor sobre os que os viram."

Apc. 11:12

"E ouviram uma grande voz do céu, que lhes dizia: Subi para aqui. E subiram ao céu em uma nuvem; e os seus inimigos os viram."

Apc. 11:13-14

"E naquela mesma hora houve um grande terremoto, e caiu a décima parte da cidade, e no terremoto foram mortos sete mil homens; e os demais ficaram muito atemorizados, e deram glória ao Deus do céu.

É passado o segundo ai; eis que o terceiro ai cedo virá."

 

 

Última atualização 28/07/2017

 

Voltar

Topo